Últimos assuntos
» Lago
14.07.17 8:40 por Aixa Walker

» Estrada
12.07.17 1:39 por Leslie Shay

» Dormitório
11.04.17 9:02 por Liam Payne

» Bar
01.03.17 8:58 por Zayn Malik

» Quartel dos Bombeiros
08.02.17 11:17 por Leslie Shay

» Refeitório
08.02.17 9:45 por Liam Payne

» Exterior
22.01.17 2:51 por Zayn Malik

» Corredores
22.01.17 2:50 por Zayn Malik

» Salas
22.01.17 2:50 por Zayn Malik

Staff
Devin - - Danny
Presidentes de Feeny
Liam - - Nathan
Presidentes de BlueRiver
Victoria - - Jason
Presidentes de Golden
Alexa - - Elizabeth
Presidentes de Mine Meadows

Ruas

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Ir em baixo

Ruas

Mensagem por Admin em 17.04.14 2:33

avatar
Admin
Admin

Mensagens : 412
Data de inscrição : 14/04/2014

http://thesincity.foruns.com.pt

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Ruas

Mensagem por Bernard Miller em 20.05.14 9:50

- Ei, meu, temos de fechar isto, precisas de ir embora.- levantei a cabeça assim que senti uma mão tocar-me no ombro e afastei-me de forma brusca, levantando-me sem que precisassem de me dizer mais alguma coisa. Atirei a garrafa de vidro que tinha na mão contra a mesa e saí do bar sem dizer mais nada, conseguindo ainda ouvir a voz do mesmo rapaz atrás de mim, mas eu não liguei. Passei as mãos pelos olhos, tentando mantê-los abertos e abanei a cabeça, começando a sentir a minha respiração ficar pesada à medida que andava pelas ruas sombrias. Ainda conseguia sentir o sabor das pastilhas na minha língua. Eu sabia que tinha prometido, desde a morte de Callum, que não ia voltar a tocar em droga..mas hoje fazia precisamente um ano desde a sua morte e os pensamentos tinham-se tornado demasiado difíceis de controlar. Pelo menos assim eu conseguia parar de pensar, pelo menos assim eu conseguia deixar de ser eu durante algum tempo. E podia ser que pelo menos assim eu me conseguisse sentir minimamente bem na minha pele, nem que fosse durante umas horas. Abri os olhos muito de repente, sentindo o meu corpo paralisar assim que o som de um bala se fez ouvir e debrucei-me de imediato, tapando a cabeça com os braços.
- Não.- murmurei baixinho, ofegando mais a cada segundo.
- Estás com medo de morrer, é? - arregalei ainda mais os olhos, começando a levantar a cabeça assim que reconheci aquela voz e, assim que a minha visão se focou, vi que era Call quem estava à minha frente. Envergava uma camisa, completamente coberta de sangue e tinha um buraco no peito, no mesmo local onde eu..
- Não.- abanei mais a cabeça, rastejando pelo chão até me encostar a uma parede.- não.- levei as mãos ao cabelo, apertando-o nas minhas mãos ao mesmo tempo que levava os joelhos ao peito.- eu não te quis matar, eu juro! - gritei-lhe, vendo o sangue sair cada vez com mais intensidade do seu corpo.
- Não querias? - ele sorriu-me sem vontade.- não mintas, eu vi bem a forma como seguravas aquela arma.- ele começou a aproximar-se de mim e, à medida que o fazia, o sangue do seu corpo começou a aparecer-me, inexplicavelmente, nas mãos.
- Não! - gritei cada vez mais alto, sentindo o meu corpo tremer e encolhi-me o mais que pude.- eu não te quis matar, eu não fiz por mal! - olhei-o, sentindo lágrimas começarem a escorrer-me pelas bochechas. Não chorava desde o seu funeral.- eu não queria, eu não queria! - repeti, encolhendo-me cada vez mais e esfreguei as mãos com força na minha camisola, tentando limpar o sangue que não parava de aparecer nas mesmas.
- Cala-te! - Callum gritou, fazendo-me estremecer.- tu mataste-me! - os meus soluços tornaram-se incontroláveis e naquele momento, eu já não conseguia parar de me abanar e negar com a cabeça a tudo o que dizia.- tu és um assassino, um assassino.
- Eu não queria.- repeti, fechando os olhos com força.- eu não queria.- comecei a mover o meu corpo para a frente e para trás, tentando ignorar a palavra ''assassino'', que ecoava na minha cabeça. Mas era verdade, aquilo era o que eu era. Um Assassino.

---------------------------- ❝ Sin City ❞ ----------------------------

Anger begins with madness and ends with regret.
avatar
Bernard Miller

Mensagens : 6
Data de inscrição : 28/04/2014

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Ruas

Mensagem por Arya Lannister em 20.05.14 10:18

Já era de madrugada, os bares tinham acabado de fechar e tudo o que restava eram as discotecas que iam estar abertas até, pelo menos, às oito horas. Eu não ia, já me tinha perdido das amigas com quem tinha estado e não ia para lá sozinha, para não falar de que já ontem tinha ido à discoteca e hoje no meu corpo estava a ressentir-se. Mandei um copo de plástico para o lixo e sorri por ter a certado - yay - falei para mim própria num tom irónico e suspirei. Era sempre assim, nunca devia ter saído de Mine, devia ter ficado com Bea e salva-la do rapaz giro dos olhos azuis, mas eu, por mais que dissesse que não, era influenciável e elas tinham acabado por me levar de volta a Golden, diziam que iam ficar comigo caso acontecesse alguma coisa. Notava-se, agora estava sozinha.Tinha sempre medo que alguém me visse, não podia deixar que o meu pai me apanhasse assim tão facilmente. Era mesmo por isso, que hoje tinha bebido pouco, se precisasse de correr, sabia o caminho. Bem... eu dizia que tinha bebido pouco, mas estava um bocadinho tocada.... Tocada o suficiente para não me aguentar em pé quando fazia o quatro..... Ok, eu estava bêbada a sério.
Caminhei calmamente até à paragem de autocarro que havia ali perto e olhei para as horas, ainda faltava mais de uma hora até ao primeiro autocarro para Blueriver, mas mais valia estar ali do que noutro sítio.
Juntei as sobrancelhas, semicerrando os olhos quando vi alguém a falar, ou melhor, a gritar e aproximei-me devagarinho. Um rapaz que não me era totalmente desconhecido falava sozinho e de uma maneira não triste e magoada que me preocupou a sério. Ou ele era maluco, ou estava completamente queimado do cerebro. A segunda opção era a mais correta. Os malucos não andavam por aí de noite, a cambalear.
Depois dele se sentar no chão permiti-me aproximar o suficiente para o reconhecer. Era o... não me recordava o nome, mas ainda esta manhã tinha falado dele, ou melhor, tinha comentando que ele era giro. Era o filho do amigo do meu pai, o do jantar de negócios. Hesitei em aproximar-me muito mais, mas logo abanei a cabeça. Ele estava todo vidrado, precisava-o de o ajudar, não o podia simplesmente deixar ali sozinho. Coloquei-me de joelhos sem dizer nada, apenas o olhei, tentando perceber se me e estava a ver ou não, mas ele não me disse nada, o que me levou entender que para ele, eu não estava ali.
-Hey... - toquei-lhe no queixo levando os seus olhos de encontro à minha cara - consegues ouvir-me? - cambaleei para a frente e tive que me agarrar ao muro ao qual ele estava encostado.

---------------------------- ❝ Sin City ❞ ----------------------------

avatar
Arya Lannister

Mensagens : 28
Data de inscrição : 18/04/2014

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Ruas

Mensagem por Bernard Miller em 20.05.14 10:41

Por mais que eu tentasse que tudo aquilo parasse de vez, parecia que, a cada segundo que passava, as vozes que ouvia aumentavam de instensidade. Eu já tinha tido pesadelos, já tinha sonhado com Callum, mas nunca tinha estado assim com ele, como estava agora.
- Deixa-me em paz! - gritei-lhe, completamente desesperado.- eu não tive culpa, eu não queria! - continuei a fazê-lo, balançando o meu corpo cada vez com mais força até que, de um momento para o outro, a voz de Call foi substituída por uma voz mais calma e doce, que fez com que os meus sentidos se despertassem. Larguei os meus cabelos aos poucos, levantando a cabeça da mesma forma e, apesar de agora ter os olhos abertos, continuava sem conseguir ver o que me rodeava. A minha cabeça estava demasiado desorientada, bem como o meu corpo. Por mais que quisesse ver ou sentir, parecia que nada disso era possível.
- Eu não fiz por mal.- voltei a repetir, sentindo todo o calor que antes sentia dar lugar a um frio intenso que me fez começar a tremer do nada.- eu não queria, eu juro que não queria.- abanei muito a cabeça, sentindo as lágrimas voltarem. Apesar de sentir o meu corpo mexer-se sem o meu conssentimento, eu não consegui fazer nada para o travar. Só queria que tudo aquilo acabasse.
- És um assassino, tu mataste-me! - estremeci, quando aquele grito ecoou pela rua toda e agarrei-me mais a qualquer coisa, voltando a fechar os olhos com força.
- Não! - solucei, sentindo as lágrimas escorrerem-me pela cara sem parar.- desculpa, eu não queria.- apertei algo contra mim.- desculpa-me, desculpa-me.

---------------------------- ❝ Sin City ❞ ----------------------------

Anger begins with madness and ends with regret.
avatar
Bernard Miller

Mensagens : 6
Data de inscrição : 28/04/2014

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Ruas

Mensagem por Arya Lannister em 20.05.14 11:08

Por momentos, mas apenas por alguns momentos ele pareceu conseguir ver-me. Ficou parado a olhar para mim, apesar de ter a pequena sensação que ele não estava a ver tudo muito focado, visto que o seu olhar continuava distante de mim. Juntei as sobrancelhas,aproveitando para passar os dedos pelo seu maxilar áspero por causa da barba mal feita que ele trazia - ai meu deus, ele é mesmo giro - murmurei baixinho enquanto olhava para o céu. Concentra-te Arya Lannister, mandei a mim própria, ele não está bem, não é altura de o andar por aí a aprecia-lo. Mordi o lábio com um sorriso tonto, até o ouvir voltar a pedir-me desculpas e a dizer que não tinha sido por mal. - Estás a começar a irritar-me - disse e preguei-lhe um estalo na bochecha que o fez virar a cara. - Já estás mais acordadinho? - perguntei alto como se falava para os surdos.

---------------------------- ❝ Sin City ❞ ----------------------------

avatar
Arya Lannister

Mensagens : 28
Data de inscrição : 18/04/2014

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Ruas

Mensagem por Bernard Miller em 26.05.14 8:09

Eu sabia que nada daquilo estava a acontecer, era impossível, não era? Ele não estava vivo, era impossível ele estar ali quando tinha sido eu próprio a matá-lo, quando tinha sido eu a acabar-lhe com a vida. Não podia ser, não fazia sentido. Mas, ao mesmo tempo, parecia tudo tão real..principalmente as vozes que ecoavam na minha cabeça. Abanei a mesma, levando as mãos ao meu cabelo, para os puxar, numa tentativa de parar tudo aquilo e isso efectivamente aconteceu quando, de um momento, senti algo embater-me na cara com tanta força que me fez despertar. Arregalei os olhos, olhando em volta completamente desorientado, e só percebi que a chapada tinha sido real quando finalmente consegui ver uma rapariga ao meu lado.
- Quem és tu? - perguntei de imediato, encolhendo-me da mesma forma, completamente agarrado aos meus joelhos.- para onde é que ele foi? - perguntei, com o peito a subir e a descer de forma descontrolada, e olhei em volta, à espera de o ver em qualquer esquina, a qualquer momento.

---------------------------- ❝ Sin City ❞ ----------------------------

Anger begins with madness and ends with regret.
avatar
Bernard Miller

Mensagens : 6
Data de inscrição : 28/04/2014

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Ruas

Mensagem por Arya Lannister em 26.05.14 10:40

Fiz uma careta quando ele me perguntou quem era eu e fiquei sem perceber ao certo se ele me estava a ver desta vez ou não - sou apenas eu - disse num tom um bocado irónico e olhei para trás, lembrando-me depois de que ele estava a alucinar - estás tão chapado - abanei negativamente a cabeça e levantei-me - pronto, agora que já estás mais acordadinho - peguei na mão dele começando a puxa-lo - levanta-te, que eu levo-te onde quer que mores - revirei os olhos. Ele era giro, mas drogado daquela maneira, e eu bêbada como estava. Não. Eu não estava bêbada, estava ligeiramente alegre. Só ligeiramente. Mas era o suficiente para me aventurar a ser vista pelo seu pai, uma pessoa que conhecia o meu e que me podia impedir de fugir de novo.

---------------------------- ❝ Sin City ❞ ----------------------------

avatar
Arya Lannister

Mensagens : 28
Data de inscrição : 18/04/2014

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Ruas

Mensagem por Bernard Miller em 12.10.14 4:42

Ainda que as vozes começassem a ficar demasiado imperceptíveis, eu ainda as conseguia ouvir na minha cabeça. E ainda que a voz de Callum já não se fizesse ouvir, eu sabia que ele ainda estava ali. Ele tinha prometido que me ia perseguir para o resto da minha vida, por isso, ele ainda estava ali, à espera de me apanhar sozinho para me fazer pagar por tudo o que lhe fizera. À espera de me fazer pagar por o ter morto. Eu tinha morto o meu melhor amigo. Apertei ainda mais os meus cabelos, com tanta força que cheguei mesmo a ficar com alguns soltos nas mãos. Eu só queria que tudo isto acabasse, eu só queria que..Levantei a cabeça de repente, assim que senti alguém agarrar-me numa das mãos, e ia debater-me, a pensar que seria ele novamente, quando vi a figura de uma rapariga ainda à minha frente.
- Não.- abanei a cabeça muito de repente, sentindo a sua figura ficar ainda mais distorcida por causa das minhas lágrimas.- eu não posso sair daqui.- disse, muito baixinho.- ele anda atrás de mim. - e, ainda que eu costumasse ter bastante força, pelo menos quando estava sóbrio, o meu corpo foi puxado tão de repente que eu só me lembro de, mal me por de pé, desequilibrar-me para cima de algo.

---------------------------- ❝ Sin City ❞ ----------------------------

Anger begins with madness and ends with regret.
avatar
Bernard Miller

Mensagens : 6
Data de inscrição : 28/04/2014

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Ruas

Mensagem por Arya Lannister em 12.10.14 8:29

Eu podia ser mazinha quando queria e, talvez, se ele fosse uma rapariga eu não me importava e ainda gozava com ela mas, ele parecia muito mais frágil que uma rapariga drogada, não podia simplesmente cagar nele e ir embora. Para além disso, o álcool tanto aumenta o que há de bom como o que há de mau em nós e eu hoje estava numa de camaradagem. Baixei-me até o olhar, ouvindo-o falar num tom num tom demasiado baixo para se ouvir se estivesse um pouco mais afastada. - Como é que te chamas? - perguntei baixinho e depois de o levantar assenti, dizendo a primeira coisa que me lembrei de dizer - eu sei, ele também anda atrás de mim - murmurei no mesmo tom que ele - vamos esconder-nos, está bem? - fiz uma careta quando ele quase caiu em cima de mim e, só não caí com ele, porque me apoiei num poste qualquer - só tens que me dizer onde é que moras - continuei.

---------------------------- ❝ Sin City ❞ ----------------------------

avatar
Arya Lannister

Mensagens : 28
Data de inscrição : 18/04/2014

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Ruas

Mensagem por Conteúdo patrocinado


Conteúdo patrocinado


Voltar ao Topo Ir em baixo

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Voltar ao Topo

- Tópicos similares

 
Permissão deste fórum:
Você não pode responder aos tópicos neste fórum